Dilemas do investidor em 2020

07 fevereiro 2020

water nature river Asia
Monthly House View de fevereiro de 2020 da Indosuez - faça o download de um trecho aqui

O cenário de investimentos para 2020 parece ter começado onde deixamos as coisas em 2019 com as ações de qualidade e ações Growth dominando ações Value, com o setor de tecnologia superando o desempenho do mercado e uma lista crescente de ações cíclicas decepcionando e apresentando resultados ruins.

De certo modo, isso não é, de fato, uma surpresa. Dados recentes validam o cenário de crescimento baixo, porém positivo, favorável ao consumidor, mas prejudicial ao produtor. Com inflação salarial acima da inflação de preços, empresas digitais com economias de escala e que exigem menos mão-de-obra se saem melhor do que empresas da velha economia.

Entre os elementos proeminentes até agora no ano, devemos destacar a China, que está no centro do nosso cenário de 2020. De fato, 2020 começou com um afrouxamento monetário adicional, resultando em um voto de confiança do mercado e também foi sustentado pela conclusão da fase 1 do Acordo Comercial com os EUA.

Após um ano tão impressionante nos mercados, qual é normalmente o próximo passo? Alocadores de ativos geralmente confiam em um tipo de crença semelhante a uma mandala: a rotação de fatores de risco e estilos de investimento. Neste estágio do ciclo, com os bancos centrais em modo espera e valorizações maiores de renda fixa, devemos mudar de ações de qualidade para ações Value e da renda fixa corporativa para as ações.

O fator dominante a impulsionar os mercados este ano deve mudar da política monetária para o crescimento dos fundamentos e a política fiscal, dos múltiplos de valorização para os fundamentos de ativos.

Mas o paradoxo é que, até o momento, os investidores continuam a comprar ações de qualidade e investindo dinheiro em ETFs (Exchange Traded Funds) de renda fixa, e os emissores americanos aproveitam de forma oportunista esse ambiente de taxas de juros negativas para lançar títulos em um mercado com excesso de demanda.

Essa tendência levou recentemente os indicadores de posicionamento de investimentos e mercado de ações a um território de alta. Enquanto o retorno esperado das ações for superior ao da renda fixa, esse ambiente positivo para as bolsas de valores deve estar firmemente suportado. Mas o que se percebe nesse mercado de alta é que os ativos seguros desfrutaram de um forte impulso, o que desafia a correlação tradicionalmente inversa com os ativos de risco. Essa é provavelmente outra consequência das taxas de juros negativas, o que aumenta a atratividade do ouro.

Então, em suma: investidores de longo prazo devem permanecer razoavelmente expostos às ações, mas com uma maior probabilidade de uma correção técnica, podem começar a acumular uma variedade de hedges. 2020 será um ano sobre paciência e equilíbrio. E o tempo não é assim tão caro, afinal...

 

Monthly House View de 7.02.2020 da Indosuez, excerto do Editorial

07 fevereiro 2020

Para ler também

Clouds | sun | sunrise | sunset | lake

Por mais alguns dólares?

quebra-cabeça

Saúde financeira das empresas estatais e privadas da China

coin money euro

2020: A stabilising business cycle